RAZÕES PARA INCLUIR A SOJA NA ALIMENTAÇÃO

Você sabia que a soja pode ser uma boa substituta para diversos alimentos de origem animal? Confira os benefícios e praticidades desse grão no nosso artigo.

10 de abril de 2019

Antes de tudo, o que é soja?


Antes de descobrir seus benefícios, é importante entender que a soja é uma leguminosa, ou seja, por si só excelente fonte de proteínas e minerais. Quanto a outros nutrientes básicos, em comparação às demais leguminosas (como feijão e lentilha), ela tem mais gorduras e menos carboidratos. A soja pode ser encontrada no tofu, tempeh, pasta de miso, feijão edamame, iogurtes, leites, queijos, sorvetes e hambúrgueres vegetais.

Por que devemos incluí-la na alimentação?

Além de ser um alimento versátil, que combina com as mais diversas preparações, a soja também traz uma série de benefícios para a saúde. Por isso, listamos os principais nutrientes e suas funções em nosso organismo:

– Fibras e proteínas: melhoram o trânsito intestinal, ajudam a emagrecer (pois garantem maior sensação de saciedade) e ajudam na saúde dos músculos;

– Fósforo: auxilia na manutenção do cálcio nos ossos, fortalecendo-os;

– Vitaminas: além de conter vitaminas B1, B2, B3, B5, B6, B9 e C, o grão ainda possui uma boa quantidade de vitamina K, que é necessária para o mecanismo de coagulação sanguínea;

– Gorduras boas: estudos feitos pela Universidade de São Paulo mostraram que a soja auxilia na redução dos níveis de colesterol ruim e no crescimento dos níveis de colesterol bom. Isso ocorre porque o grão é rico em gorduras insaturadas, principalmente ômega 3 e 6.

– Isoflavonas: Compostos orgânicos raros, as isoflavonas são nutrientes especialmente benéficos às mulheres. Elas atuam como um substituto do estrógeno (hormônio que sofre notável queda com o passar da idade) e contribuem para a manutenção do equilíbrio hormonal, minimizando os sintomas da menopausa.

Em geral, a soja pode ser uma substituição mais saudável para carnes, laticínios e ovos; ela possui menos gordura, colesterol e hormônios sintéticos/de mamíferos. Ecologicamente, é uma alternativa interessante para os animais e para o meio ambiente.

Mesmo com todos esses benefícios, a soja também contém carboidratos fermentáveis, o que pode ocasionar dores e incômodos no momento da digestão. Mas você não precisa se preocupar, pois a enzima Alfa Galactosidase de Digeliv auxilia na digestão desses carboidratos, diminuindo as sensações de desconforto.