Má digestão de carboidratos fermentáveis: quais médicos podem me diagnosticar?

Com a pluralidade que a internet nos oferece hoje em dia, fica inegável que as informações estão mais fáceis e mais perto (há um clique de distância). No entanto, o volume de publicações existentes podem confundir na hora de buscar a resposta ideal para uma pergunta relativamente simples. Sem contar na credibilidade de algumas fontes.  […]

12 de julho de 2019

Com a pluralidade que a internet nos oferece hoje em dia, fica inegável que as informações estão mais fáceis e mais perto (há um clique de distância). No entanto, o volume de publicações existentes podem confundir na hora de buscar a resposta ideal para uma pergunta relativamente simples. Sem contar na credibilidade de algumas fontes. 

Se você acha que está sofrendo desconfortos causados por carboidratos fermentáveis e não sabe qual o próximo passo a ser tomado, nós podemos te ajudar. 

Primeiro de tudo, é importante lembrar que os alimentos que contém esses carboidratos estão inseridos na nossa alimentação diária. Alimentos como feijão, cenoura, maçã podem estar te causando inchaços, empachamento e/ou gases que podem ocasionar incômodos difíceis de serem ignorados. 

Aliás, ignorar esses sintomas não é uma boa saída, isso porque com simples passos, a situação pode ser resolvida. Primeiro de tudo, leve seus sintomas anotados para um Gastroenterologista, profissional que cuida do trato digestivo, ou um Nutricionista para ter o diagnóstico oficial de má digestão de carboidratos fermentáveis.

Depois disso, conheça mais sobre Digeliv que é a enzima alfa galactosidase que age ajudando a transformar os carboidratos fermentáveis (incômodos) em simples (leveza). Viu só? Com essas dicas, sua vida não precisa ser um grande desconforto.